Skip to main content

Ano letivo de 2022 se inicia com cuidadoso protocolo de segurança no retorno presencial

By 8 de fevereiro de 2022fevereiro 24th, 2022Blog, Ensino Fundamental, Ensino Infantil, Ensino Médio, Sigma

As diretrizes sanitárias definidas e, aplicadas desde o ano passado com a jornada híbrida,  incluem a separação entre as carteiras dos estudantes, uso obrigatório de máscara, higienização de salas de aula, disponibilidade álcool gel e redução do número de alunos por sala de aula

O desenvolvimento acadêmico e a aprendizagem são fomentados no ambiente escolar, espaço rico para a exploração cognitiva e motora, onde os discentes podem interagir e aprender livremente por meio da partilha de saberes e vivências. Essas interações e partilha, contudo, foram abaladas em decorrência da pandemia de covid-19. Desde março de 2020, quando o governo do Distrito Federal decretou a suspensão das aulas presenciais, estudantes, pais e/ou responsáveis e educadores têm convivido com uma nova dinâmica do ensino: os modelos remoto e híbrido. Agora, com o avanço da vacinação no país, de acordo com o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), 23 estados e o DF iniciaram 2022 com aulas presenciais.. 

Seguindo as recomendações do Ministério da Saúde e do Ministério da Educação, o Colégio Sigma começou o ano letivo em 31 de janeiro com o retorno presencial, exceto para estudantes com laudo médico que apresentem indicação contrária. A Diretora Pedagógica da instituição, Natália Rocha esclarece que  as diretrizes definidas e aplicadas desde o ano passado, com a jornada híbrida, incluem a separação entre as carteiras, uso obrigatório de máscara, higienização de salas de aula, disponibilidade álcool gel e redução do número de alunos por sala de aula. “Nós manteremos a possibilidade de aula síncrona para casos suspeitos de infecção e para aqueles com comorbidade. Após a realização do teste e o diagnóstico de covid-19, o aluno, educador ou colaborador do colégio será afastado para se cuidar em casa e evitar a disseminação do vírus, conforme as regulamentações”, afirma. 

Natália explica que o principal empenho da escola está em apoiar os alunos. “Temos realizado um intenso trabalho de acolhimento, prezando pelo convívio, pela socialização e pelo cuidado com o outro. Com relação aos procedimentos acadêmicos, desenvolvemos o protocolo Superação, por meio do qual estamos trabalhando de modo a considerar que as necessárias adaptações no ensino (modelo remoto e híbrido) influenciaram diferentemente no processo educacional de cada aluno, pois cada um tem o seu ritmo. Para tanto, começamos 2022 com revisões e a nossa primeira avaliação será diagnóstica para que a gente identifique os gaps de aprendizagem e possamos prestar suporte para os estudantes”, pontua. 

Para ela, o retorno é fundamental, assim como os cuidados. “Presenciamos toda a comunidade escolar muito feliz com esse retorno. Passeando pelos corredores da instituição eu pude ver olhos brilhando de alegria, tanto dos alunos, quanto dos professores. Sabemos como foi significativo esse retorno completo após quase 2 anos. Também por isso, o nosso esforço em seguir cuidadosamente com todos os protocolos sanitários: para que possamos manter a escola cheia e fomentar este espaço de compartilhamento de saberes. Nós incentivamos, a todo momento, inclusive fora do horário de aula, o uso correto e a troca das máscaras no tempo indicado, a adequada lavagem das mãos, além de mantermos portas e janelas sempre abertas. Continuamos também com todos os checklists de controle de distanciamento entre os estudantes e aos finais de semana realizamos desinfecção nos espaços da escola”,  comenta Natália.