logo colégio sigma
Agende uma visita
Menu

Jovens promovem ação solidária para arrecadar donativos para combater o frio

Alunos do Colégio Sigma que participam do projeto de voluntariado Anjos do Sigma distribuíram mais de 1500 peças de agasalhos e cobertores para aquecer população carente do DF

Com o início do inverno nas últimas semanas, o Distrito Federal registrou as temperaturas mais baixas do ano. O frio movimentou os guarda-roupas dos moradores da capital, que buscavam casacos e edredons, principalmente na madrugada e no início das manhãs, períodos mais frios do dia. Porém, essa não é a realidade de uma parcela da população que vive em situação de vulnerabilidade social.  Para se ter uma ideia, o DF tem 2.260 pessoas em situação de rua que são acompanhadas pelo Serviço Especializado em Abordagem Social (Seas). Como uma forma de ajudar aqueles que mais precisam, os alunos do Ensino Médio do Colégio Sigma que integram o projeto de voluntariado Anjos do Sigma arrecadaram cobertores e roupas de frio que foram entregues a instituições sociais da cidade. Cerca de 1500 peças foram recolhidas nas unidades de Águas Claras, da 912 Sul e da 910 Norte. As entregas ocorreram na primeira semana de julho, cumprindo todas as medidas de segurança e higiene contra a disseminação do novo coronavírus.

A coordenadora do Anjos do Sigma em Águas Claras, Alessandra Turra, acredita que envolver os alunos nestes aspectos sociais é fundamental para a formação deles como seres humanos. “Eu trabalho no Sigma há mais de vinte anos e participo do Anjos há mais de quinze. E, em sala de aula, sempre convido os estudantes para estarem engajados com ações sociais. É o momento em que plantamos a sementinha do cuidado com o próximo e isso permite que eles desenvolvam empatia. Nós percebemos o amor aflorando e refletimos sobre o que é pouco para nós, que pode ser muito para o outro, tanto materialmente quanto com a questão do afeto ou um pouco de carinho e atenção para quem costuma ser ignorado”, compartilha Alessandra.

Na mesma linha, o coordenador pelo projeto na 910 Norte, Otávio Barreto, reforça a contribuição e entrega fundamental dos alunos participantes. “Os alunos são responsáveis por mobilizar a comunidade em que vivem, familiares, amigos e vizinhos, em busca de doações. Isso é o mais importante”, afirma. Para o professor é gratificante poder auxiliar o próximo e estar mais perto dos alunos e, com isso poder identificar as reais necessidades que eles possuem. “No Anjos, temos encontros semanais com os alunos via meet para discutir temas importantes referentes à sociedade que valem reflexão. Nós também procuramos saber como eles estão lidando com a pandemia e questões emocionais, por exemplo. Então, também é um momento de diálogo, ensinamentos e descontração”, pontua o docente.

As instituições beneficiadas pelas doações foram: Instituto Viver (Sol Nascente); Instituto Vitória Régia para o Desenvolvimento Humano (Sobradinho); Associação de Professores do Centro de Educação Infantil 01 da Asa Norte; Instituto Barba na Rua (Plano Piloto e redondezas); e para o projeto Para o Reino, que atua com pessoas em situação de rua. Também foram distribuídas peças para famílias em situação de  rua que vivem ao longo das vias do Distrito Federal. Para o coordenador do Anjos no Colégio Sigma Asa Sul, Flávio Bueno, a escola é um ambiente de formação social que deve proporcionar ao estudante uma visão amplificada da sociedade repleta de complexidades e injustiças. “O projeto Anjos do Sigma tem esse desejo: levar para cada ente da comunidade escolar o entendimento do nosso papel enquanto membros de um coletivo, na busca por mais empatia, respeito, alteridade. Por isso, prezamos por uma formação contínua para debater temas como meio ambiente, preconceito, inclusão social, etc., para que haja a compreensão clara de tudo que envolve as demandas de quem ajudamos. Não é apenas fazer doação”, finaliza Flávio.

 

Jovens engajados

 

Para a aluna Ana Luísa Rebouças, da 1ª série do EM na unidade Águas Claras, participar das doações foi muito gratificante. “Poder ajudar outras pessoas foi enriquecedor para mim. Tenho gratidão pela oportunidade de poder fazer parte disso. Acho importante o Sigma, como escola que investe na formação de cidadãos, se preocupar com causas sociais”, afirma.

Já o aluno Pedro Henrique Pereira, da 2° série do EM na unidade 910 Norte, que participa do Anjos do Sigma desde 2020, integrar o projeto também possibilita momentos de união entre professores e alunos e alívio da pressão de vestibulares. “Para nós, alunos do ensino médio, sempre cheios de conteúdos para estudar, participar do projeto é bom para pensar em outras coisas, ajudando o próximo”, afirma.

Postado porDenise

Postado em24 de agosto de 2021


Palavras chave:

Blog do Sigma DF

Ver todasclique para conhecer mais
receba nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba as últimas novidades por e-mail

entre em contato

Entre em contato

Entre em contato que nós iremos responder assim que possível.

Copyright © | - Todos os Direitos Reservado por

Termos de Uso|Politica de Privacidade
Ligarclique para ligar