logo colégio sigma
Agende uma visita
Menu

Sala de aula invertida: como é o modelo de ensino adotado?

Alunos do Colégio Sigma

A sala de aula invertida é um método de ensino e aprendizagem cujo conceito foi desenvolvido pelos educadores Eric Mazur e Gregor Novak em meados dos anos 1990. A partir daí, ela foi difundida em universidades e escolas em vários países, inclusive no Brasil.

Conhecida também como Flipped Classroom, é caracterizada pela metodologia ativa, uma vez que tem como ideia principal estimular o aluno a estudar inicialmente em casa, utilizando o tempo de aula para tirar dúvidas e fazer exercícios, de modo que a absorção do conteúdo seja mais significativa.

Diferença entre o ensino híbrido e sala de aula invertida

O ensino híbrido se refere ao método de aula no estilo remoto, que pode ser intercalado com o presencial, e que, em ambos, o professor se faz presente. 

Esse método é uma adaptação do ensino tradicional e tem sido muito utilizado durante a fase da pandemia, a fim de garantir um aprendizado de qualidade, sem expor a saúde dos alunos e funcionários da escola.

Devido aos seus benefícios, muitas escolas estão aderindo a esse método, que contribui para a vida do aluno, melhorando o aproveitamento das aulas.

Como funciona a sala de aula invertida?

O professor planeja, elabora o conteúdo e compartilha o "plano de aula" da sala de aula invertida com os estudantes, para que, individualmente, realizem o que foi proposto encontrando seu próprio ritmo de estudo, ao mesmo tempo que gerenciam sua forma de estudar o conteúdo proposto, tonando-se assim, protagonistas do seu próprio estudo.

Durante a aula, os alunos discutem e realizam atividades sobre o conteúdo da aula, mas a diferença entre o ensino tradicional, que também adota essa etapa, é um resultado mais efetivo no que diz respeito à intelectualidade do aluno, que pode ter mais chances de evoluir por meio de sua capacidade em dispor do seu próprio tempo para compreensão das matérias.

O professor também é beneficiado, já que a sala de aula invertida possibilita um maior engajamento entre educador e aluno, em que a humanização e a empatia são fatores que conectam e disseminam dúvidas específicas, garantindo maior fluidez às aulas.

No Brasil, a prática foi adotada em 2010. Colégios em Brasília e em outros estados tornaram-se referências nesse método de ensino, em que pesquisas demonstram boa aceitação dos pais, alunos e professores, o que motiva o aperfeiçoamento contínuo dessa prática no ambiente escolar.

Leia também:

- Como é o desenvolvimento da autonomia e criatividade no colégio?

- Como é feita a aprendizagem baseada em problemas? Entenda!

Quero assinar a newsletter!

Sala de aula invertida na prática

Com diferenciais significativos diante da tradicional “lição de casa”, a sala de aula invertida na prática deve ser feita sob a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) escolar do aluno, assim como é a proposta de ensino do Colégio Sigma.

Logo, para cada fase de ensino, há um plano de estudo com foco nos componentes curriculares em que o aluno consegue, logo no primeiro momento, passar pelas principais camadas do conhecimento, desde a leitura até a visualização de um vídeo sobre o tema em questão.

Na sala de aula, ao expor seu entendimento ou suas dúvidas, absorve ainda mais conhecimento a partir da discussão, da prática de exercícios e, até mesmo, ensinando ou participando de um trabalho com outros colegas.

Imagine seu filho aprendendo transformações químicas de uma forma mais dinâmica e produtiva! Sem dúvida, será um conceito que ele levará para a vida e aplicará sempre que possível.

Outro exemplo de sala de aula invertida é trazer os últimos acontecimentos do Brasil e do mundo de forma que os alunos consigam apresentar seus argumentos, debater o assunto de forma respeitosa com os colegas e, ainda, traçar um objetivo para a resolução de problemas.

Assim sendo, o tempo extra do estudo em casa o ajudará a pensar de forma mais organizada e a debater com maior propriedade o tema, gerando uma discussão mais madura entre os envolvidos e agregando uma experiência sadia e necessária à vida adulta.

Uso de tecnologias na sala de aula invertida

O professor não é mais detentor do conhecimento, mas, sim, um mediador cuja responsabilidade é criar o plano de estudos, acompanhar e fazer o fechamento.

O aluno, ainda que desenvolva a autonomia, deve contar com seu professor no início do processo, em que serão indicados livros e artigos de referência como guias de estudo, conforme o objetivo proposto.

Além disso, os pais podem ser envolvidos em determinadas atividades, de acordo com o assunto em questão, em que a tecnologia, em prol do aprendizado, faz-se maior aliada na conexão da escola com a família.

Logo, a rápida compreensão dos jovens quanto aos acessos digitais permite que o estudo tenha mais espaço em suas vidas, tal como o entretenimento, mudando, até mesmo, sua percepção do que é estudar, tornando o processo mais prazeroso, o que favorece as práticas do dia a dia, inclusive a vida profissional.

Sala de aula invertida na Educação Infantil

A Educação Infantil é uma etapa importante, já que é o primeiro contato com a vida escolar, logo, a metodologia de ensino da sala de aula invertida nesse momento é de grande relevância para o progresso de aprendizado e, até mesmo, pessoal.

Assim sendo, por meio de brincadeiras e outras práticas adequadas às crianças, elas aprendem conceitos importantes que aprimoram também a habilidade cognitiva, a criatividade, as relações sociais, o desenvolvimento motor e a forma de expressarem seus pensamentos e emoções.

Por isso, é importante analisar quais escolas possibilitam essa forma de aprendizado, que, quando somadas a atividades complementares, dão ao aluno a preparação necessária para a vida real.

Por fim, a sala de aula invertida é uma grande transformação na área da educação, despertando a autonomia e a capacidade criativa, atributos fundamentais para boas tomadas de decisão ao longo da vida, inclusive na carreira profissional.

A metodologia da sala de aula invertida é um diferencial que deve ser levado em conta na escolha da instituição de ensino do seu filho. Aproveite e saiba também: Como é feita a aprendizagem baseada em problemas? Entenda! 

Quero saber sobre a aprendizagem baseada em projetos!

Postado porColégio Sigma

Postado em14 de junho de 2021


Palavras chave:

Blog do Sigma DF

Ver todasclique para conhecer mais
receba nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba as últimas novidades por e-mail

entre em contato

Entre em contato

Entre em contato que nós iremos responder assim que possível.

Copyright © | - Todos os Direitos Reservado por

Termos de Uso|Politica de Privacidade
Ligarclique para ligar